21 de jan de 2012

Hérnia de Disco

A hérnia de disco, hoje bastante comum, é causada por uma lesão dos discos que compõem a coluna vertebral. Esses discos estão entre as diferentes vértebras e agem como amortecedor, a fim de absorver os choques.

As pessoas mais afetadas por uma hérnia de disco estão entre 25 à 45 anos.

Esta doença provoca dor intensa nas costas, sob a forma de lombalgia ou quando se irradia, dor ciática. A hérnia de disco requer sempre uma consulta médica.

Em geral, quando há hérnia de disco, o repouso é recomendado. O médico irá dar analgésicos e antiinflamatórios. Apenas nos casos graves de hérnia de disco que há a necessidade de cirurgia.

Nota-se que é possível sofrer de várias hérnias de discos em uma mesma pessoa.

Definição de Hérnia de Disco


A hérnia de disco é o deslocamento de um disco intervertebral. Em caso de um esforço muito grande e de má postura, a hérnia de disco pode aparecer quando a pressão é muito grande. Em geral, é ao nível dos discos 4 e 5 das vértebras lombares, e entre a quinta vértebra lombar e o sacro. Juntamente a hérnia de disco, pode se ter lombalgia e dor ciática, e uma rigidez das costas.

De fato, manejar inadequadamente cargas pesadas pode danificar o envelope dos discos, rompendo o núcleo pulposo, podendo sair do canal espinhal. Depois, há o aparecimento de edema e inflamação. A protusão do disco intervertebral, bem como a inflamação e o edema podem comprimir o nervo ciático. Assim, a dor ciática aparece. Quando o núcleo de um dos discos vertebrais sai do canal espinhal e comprimem outro nervo, o membro inervado será afetado. Assim, quando o nervo que inerva a perna é comprimido, a dor irradia por esse membro.

A hérnia de disco também pode ocorrer durante uma queda ou um movimento em falso.

Nota-se também que os discos vertebrais se desgastam ao longo do tempo e perdem sua elasticidade. O qual pode ser uma possível causa da hérnia de disco.

Assim, a hérnia de disco é em si a causa de várias dores, como dor ciática, ou até dor nas pernas, visto que, na hérnia de disco, o disco defeituoso pode pressionar e permanecer sobre um nervo.

Tratamentos:

Fisioterapia
Tratamento recomendado principalmente para o relaxamento e a reeducação postural, desenvolvendo atividades em cima das posturas ideais para desempenhar cada tarefa da rotina diária. Evita que problemas pequenos se tornem grandes.

Auriculocupuntura
Indicado como complementar de outras terapias e apenas para problemas em estágio inicial. O tratamento à base das agulhas tem efeito analgésico nesses casos. Sua especialidade é aliviar dores e desbloquear terminais de energia espalhados pelo corpo. A energia estagnada sobrecarrega os nervos, assim como os nervos debilitados sobrecarregam a coluna. É nesse ponto que vai bem o auxílio da milenar terapia oriental.

Rolfing e RPG
O Rolfing trabalha o alinhamento do corpo humano em relação às forças de gravidade, através do autoconhecimento e percepção corporal. O RPG trabalha na identificação dos vícios posturais e descoberta de suas origens, vendo as reações que o corpo toma diante de dores e traumas. Ambos são muito úteis no fortalecimento das vértebras, gerando flexibilidade e maior capacidade de movimentos.

Antiinflamatórios
Quando há situação está realmente grave, os terminais nervosos, a musculatura, as articulações e os ligamentos ficam contraídos pela inflamação, causando mais dor que o suportável. Os antiinflamatórios são bem úteis nesse caso.

Exercícios físicos
Fortalecer os músculos, em especial o grupo abdominal, é primeiro passo pra quem quer ficar longe dos problemas de coluna. Mas também é excelente no tratamento de quadros iniciais de hérnia. Mantendo cuidado de realizar exercícios leves, consciente das áreas debilitadas, é possível reforçar músculos e tendões que circundam as vértebras e impedir o avanço da doença.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário